segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Eu Testei: Fixador de Maquiagem - Neez Profissional


Oi, garota linda!

Você sabe a importância de usar um fixador de maquiagem? Cola em mim que eu te conto mais essa experiência!

Apresentando: Fixador de Maquiagem. 60 ml/35 g. Fabricante: Neez Profissional. País de origem: Brasil.


Preço? Varia entre 19 e 30 reais o frasco de 300 ml. Mas esse meu é menorzinho.

Modo de usar? Após o término da maquiagem, segure a lata na posição vertical a cerca de 25cm do rosto, feche bem os olhos e durante alguns segundos aplique o spray sobre o rosto e pescoço em movimentos circulares. *Informações retiradas do site do fabricante.

O que promete? Proteção instantânea e prolongada para sua maquiagem em todas as ocasiões. *Informações retiradas do site do fabricante.

Minha avaliação: É bom em alguns quesitos e não tão bom em outros...


Preciso de novo parabenizar a Neez pelas versões compactas dos seus sprays, que são perfeitos para carregar na bolsa.


O spray tem um jato bem suave que se espalha bem por toda a área do rosto. O cheirinho do Fixador é floral e deixa um rastro delicioso na face. Amo!


O modo certo de aplicar o fixador é logo após terminar de se maquiar. Você mantém afastado do rosto mais ou menos uns 25 cm e vai borrifando em movimentos circulares até cobrir toda a extensão da face e pescoço. Com os olhos fechados, hein? Ele não deixa a pele molhada nem brilhando. Seca instantaneamente!

Um bom fixador de maquiagem serve não apenas para fazer a make durar mais, mas também para não deixar a base oxidar - o que faz com que a maquiagem mude de cor ao entrar em contato com o ar ou com a oleosidade natural da pele - e assentar os produtos em pó.

Levando isso em consideração, vejamos a foto do depois. *rsrs* Algumas boas horas (umas 6) depois de me maquiar, enfrentar parada e ônibus, andar um bom pedaço num dia quente e seco e jantar com os amigos...

Maldito flash denunciador de brilho! hihihi

Levando em conta a tarde e noite cheias e calorentas que tive, até que a maquiagem se manteve digna. Há ali uma oleosidade safada, mas nada muito sério. O rímel e o corretivo não se mantiveram dignos, infelizmente. Rolou uma derretida básica na área dos olhos. Maaaas, as sombras continuaram firmes. E xô te contar um segredo: nesse dia eu não usei primer de sombras. Então, o resultado no total foi bom.

Vou descontar aqui o que não deu certo e fecho a conta em 4 "Gigis-love":


Então é isso. Dos 4 produtos que a Neez enviou para review, testei 3 e aprovei todos. O último, o spray Secante de Esmaltes, está com a Helô, mas ela está bem ocupadinha e cansada com a gravidez na reta final (vem com saúde e perfeitinha, Ester!!!), e acredito que a resenha não saia tão cedo. Espero que tenha gostado.

Dê a sua opinião nos comentários. ^^


Mil beijos;


Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Esmaltando: #Goxxxtosas + Stardust


Oi, amada! Mais um final de semana chegou, e como chegou rápido, viu! E aqui estou eu pra te mostrar mais uma esmaltada! Hoje é dia do #Goxxtosas da Studio 35 em parceria com a Boca Rosa. Ele é um lilás cremoso lindinho de viver, bem pigmentado, cobriu muito bem com duas camadas! A qualidade dos esmaltes da marca é perfeita! 


Fiz unha gêmeas com o Stardust da Jade, sou apaixonada nesse esmalte! Ele brilhou muito...não sério mesmo, amei demais ele! Quero outros da coleção mas sei que agora vai ficar difícil de achar já a marca fechou as portas.

Espero que tenha gostado do post de hoje! Tenha um ótimo final de semana! 

Beijos Beijos



Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Vida de casada: O curioso caso da caixa de leite com perninhas


Hello girl!

Quando me perguntam o que mais gera brigas no primeiro ano de casamento - e, sim, noivos e namorados sempre perguntam isso -, eu respondo que não é dinheiro (ou a falta dele), não são os sogros e cunhados e também não é o fim do mistério quanto à vida privada do cônjuge. Pasme, mas o que mais causa quiproquó na vida a dois são coisas pequenas e desinteressantes, mas que juntas vão irritando e desgastando a relação. Vou contar o episódio do leite, que aconteceu aqui na minha humilde residência.


Quase todos os dias, marido sai bem cedo para trabalhar e eu fico na cama mais um tempinho. Nos primeiros meses de casamento, simplesmente TODOS OS DIAS em que eu acordava, o leite estava em lugares diferentes. Nunca, nunquinha, never, sem chance, a caixa de leite estava onde deveria estar: na geladeira.


Parecia que ao entrar na cozinha, marido estava mesmo era entrando em uma realidade alternativa super esquisita, em que ele se sentia deslocado e perdido... e acabava deixando o bendito leite fora da geladeira. E moça... isso me deixava louca da vida!


E o que eu fazia? Há! Eu fotografava a caixa de leite em cima da mesa da copa, no fogão, na pia, em cima do filtro de água. Era o nosso bom dia habitual. *rsrs* Eu acordava, o xingava mentalmente, tirava a foto e mandava via whatsapp. Ele ficava sem graça, pedia desculpas e dizia que não ia mais acontecer.


Minha vontade era derramar a droga do leite todo na cabeça do indivíduo, mas como ele não estava mais em casa... mandava as fotos. E é claro que, apesar da vergonha, isso não adiantava. Marido tinha um bloqueio quanto à caixa de leite.

Depois eu adotei outros métodos pedagógicos:

  1. Fiz piada - disse que não existia um monstro malvado dentro da geladeira cujo único objetivo na vida era roubar o leitinho da pobre criança de 2 metros de altura. Não funcionou!
  2. Fiz o passo a passo - acompanhando ele desde a levantada na cama, passando pelo pit-stop no banheiro e chegando até a cozinha; explicando com voz de professora do pré-escolar como marido poderia guardar o leite depois de pegar o quanto queria. Não funcionou!
  3. Contei para os casais de amigos nossos, padrinhos e familiares - para ver se pelo menos a gozação com a cara dele fazia efeito. Não funcionou!

Não funcionou! Não funcionou! Não funcionou! Não funcionou! E eu me estressando cada dia mais. Daí eu tomei uma decisão na minha vida, algo que mudou minha relação e trouxe paz de espírito.


Um dia desses aí, marido vem todo orgulhoso me falar: - Nega, você viu que nunca mais eu deixei o leite fora da geladeira?. E eu tive que responder: - Não, meu bem. Eu é que parei de tirar as fotos. Todos os dias você ainda deixa a caixa de leite no lugar errado. E, o que é pior, às vezes ainda deixa vazio. Eu é quem tomei uma decisão. Todos os dias eu acordo, vou à cozinha e guardo a maldita caixa de leite!!!

Eu tomei uma decisão: ser feliz! Bancar a chata não estava surtindo efeito. Eu ficaria louca antes do meu marido simplesmente se lembrar de algo tão simples, que para ele não era nada.


E adivinha? Hoje em dia a caixa do leite é encontrada mais vezes dentro da geladeira do que fora dela. É pra igreja glorificar de pé! Ô glória!!!



Beijocas estaladas;


Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Eu Testei: B.B. Cream Creme Milagroso 5 em 1 - L'Oréal Paris


Olá, garotaaaa!

Assim que esse B.B. Cream foi lançado aqui no Brasil, muitas amigas me pediram para testá-lo. Mas eu estava com vários "blemish balms" asiáticos em uso e não quis comprar mais um. Muito tempo depois eu comprei o da L'Oréal, mas parei de escrever no blog, então ficou encostado. Mas agora finalmente chegou o momento de mostrá-lo.

Apresentando: B.B. Cream Creme Milagroso 5 em 1 (FPS 20). Cor: Média. 50ml. Fabricante: L'Oréal Paris. País de origem: Brasil.

Preço? Comprei o kit B.B. Cream + Blur Mágico e paguei R$ 55,90 na Netfarma. Fiz uma pesquisa tosca e vi que o preço do BB Cream sozinho varia entre 25 e 38 reais.

Modo de usar? Utilize diariamente sobre a pele limpa e seca. O B.B. Cream deve ser aplicado com os dedos. Para uma cobertura mais intensa, não exite em aplicar uma camada adicional. *Informações retiradas da embalagem do produto.



O que promete? Enriquecido com pigmentos minerais, o B.B. Cream de L’Oréal Paris minimiza a aparência dos poros de forma eficaz, corrigindo imediatamente as imperfeições da pele. Sua agradável textura de rápida absorção e um leve toque de cor deixa a pele radiante e uniforme, com acabamento natural. Além disso, o B.B. Cream L'Óreal Base Média FPS 20 protege a pele contra raios UV. *Informações retiradas do site do fabricante.

Minha avaliação: Não é assim o melhor B.B. Cream que já usei, mas até que a aparência sobre a pele é boa.


A embalagem do B.B. Cream Creme Milagroso é bastante simples. Vem na caixinha de papel, mas o produto mesmo está dentro da bisnaga.


O bico dosador é bem bacana, impede que saia muito produto e ocorra desperdício.


O B.B. Cream da L'Oréal é bem líquido, por isso rende bastante e é facilmente espalhado em todo o rosto. Ele tem um cheiro forte de álcool que vai sumindo na secagem. Espalho o produto com os dedos ou com pincel, depende do dia e do meu humor.


Na face, acho o B.B. Cream bastante seco. Como o cheiro evidencia, sua fórmula tem álcool e é por isso que eu acho que resseca bastante a pele. Se usá-lo com o Blur Mágico (tambem da L'Oréal), esse aspecto muda. Isso porque o Blur dá mais maciez à pele, mas isso eu vou falar melhor no post da resenha desse produto em especifico.

Também devo esclarecer que moro aqui no DF, onde o tempo é bem seco fora da estação das chuvas e isso colabora para o aspecto ressequido. Quando viajei para São Paulo, notei que a minha pele ficava com uma aparência linda com o mesmo B.B. Cream, já que durante a minha estadia o tempo estava chuvoso.

Ainda assim, gostaria que ele não tivesse tanto álcool, pois realmente me incomoda tanto o cheiro quanto o aspecto. Sem falar que o álcool proporciona o efeito rebote (aumento de oleosidade para suprir o ressecamento da pele).

Parece que a qualquer momento a minha pele vai rachar, craquelar e começar a cair. =(

Quanto à cobertura, apesar de ser um produto bastante líquido, cobre até bem as imperfeições. Contudo, ao usá-lo, preciso esconder as olheiras com corretivo e finalizar com pó compacto ou solto.

A durabilidade deixa um pouco a desejar. Uma hora sem oleosidade. A partir daí, o oleoduto corre solto. A hidratação eu juro que não senti, só ressequidão mesmo. Acho que esse B.B. Cream está mais para base com fator de proteção solar, que no caso é número 20.

Acostumada como sou, a usar B.B. Creams asiáticos, não posso dizer que esse seja um bom concorrente. De fato, está mais para base do que um super hidratante com múltiplas funções, como o fabricante afirma ser.

Somando tudo e subtraindo os defeitos, dou 3 "Gigis-love" e recomendo outro B.B. Cream que realmente hidrate e possua ativos que tratem a pele (os asiáticos ainda são o melhores!).


E, você? Já testou esse produto? O que achou dele?


Um beijo carinhoso;


Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Esmaltando: Just Stars


Oi, amada! essa semana trouxe um esmalte metálico pra te mostrar. Sei que tem algumas pessoas que não são muito fãs, mas eu particularmente gosto muito, claro que preciso estar na vibe pra usar... pensando aqui não sei se tem algum tipo de esmalte que não goste, viu? Mas chega de conversa e vamos a esmaltada: ele é o Just Stars, da coleção Hollywood Boulevard da Beauty Color. Formada com 7 cores lindas, todos metálicos, com pó de prata, que, juro, faz muita diferença de outros metálicos que tenho aqui.


Ele brilha muito, e cobriu bem com duas camadas...Parece aquele tipo de esmalte que usamos nas festas de final de ano não é verdade?! No anelar uei um esmalte cremoso mais claro com uma camada do Disco Boll da Impala. 

Espero que tenha um ótimo final de semana! Mas não sai daí antes de me contar o que achou da esmaltada de hoje! 

Beijos Beijos


Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


quarta-feira, 14 de setembro de 2016

A garota lê: Metamorfose? - Gail Carriger (O Protetorado da Sombrinha)


Olá, garota!!!

Muita gente ficou curiosa com a resenha do primeiro livro da série "O Protetorado da Sombrinha", "Alma?" e eu prometi que traria a continuação da saga em breve. Tô aqui pra pagar o que devo. rs


Título: Metamorfose?
Série: O Protetorado da Sombrinha
Titulo original: Changeless
Tradução: Flávia Carneiro Anderson
Autora: Gail Carriger
Gênero: Ficção fantástica inglesa
Editora: Valentina
320 páginas

Sinopse:
"Nesta deliciosa e maldita sequência da série iniciada com Alma?, Alexia Tarabotti se encontra envolvida, só pra variar, em um mistério sobrenatural. A esposa do Conde de Woolsey, é arrancada do sono cedo demais, no meio da tarde, porque o marido, que deveria estar dormindo como qualquer lobisomem normal, está aos berros. Dali a pouco, ele desaparece – deixando a cargo dela um regimento de soldados sobrenaturais acampados no jardim, vários fantasmas exorcizados e uma Rainha Vitória indignada. Mas Lady Maccon conta com sua fiel sombrinha, seus artigos da última moda e seu arsenal de respostas mordazes. Mesmo quando suas investigações a levam à Escócia, o cafundó do Judas onde abundam abomináveis coletes, ela está preparada e acaba provocando uma verdadeira reviravolta na dinâmica da alcateia, como só uma preternatural é capaz de fazer. Talvez até encontre tempo para procurar seu imprevisível marido. Mas apenas se... lhe der vontade.
A série de STEAMPUNK mais cultuada do mundo! Best-seller do New York Times e finalista do Goodreads Choice Award na categoria Paranormal Fantasy."


Sobre a autora: *leia o primeiro post da série.

Sobre "Metamorfose?":
Finalmente Lorde Maccon conseguiu resolver seu problema com Alexia... se casando com ela! Agora, Lady Maccon mora com seu marido - e toda a alcateia de Londres - no Castelo de Woolsey. Além disso, Alexia foi promovida a muhjah da Rainha Elizabeth, um cargo de alta confiança no Conselho Paralelo do reino.


Muito mais ousada e indecente agora que está casada, a lady ainda enfrenta problemas domésticos, como acordar e ver que toda uma companhia de lobisomens está acampada em seu jardim. Isso sem mencionar que a comunicação com seu marido ainda é precária. Tanto que o alfa viajou sem dar explicações, justamente no momento em que Alexia mais precisava dele. Acontece que os vampiros e lobisomens da Inglaterra estão perdendo seus poderes do nada e, como única preternatural da nação, Alexia é acusada de estar usando seus poderes contra a comunidade sobrenatural. Ela parte para a Escócia numa aventura de investigação para limpar sua barra, que a leva até a antiga matilha de seu marido. Contando com a ajuda de sua nova amiga, Madame Lefoux, o leal Floote, Tunstell, o criado pessoal do conde, sua melhor amiga Ivy e sua meia-irmã Felicity, Lady Maccon vai conhecer um pouco do passado sombrio do marido e descobrir parentes muito peculiares.


A pegada steampunk continua firme com as descrições dos passeios em dirigíveis e bondinhos e muitas armas e truques criados por madame Lefoux, dona da chapelaria "Chapeau de Poupée", além de inventora genial. A sombrinha de Alexia nunca foi tão perigosa!

As risadas são certas nessa aventura, graças à sagacidade de Alexia, o sarcasmo de madame Lefoux e as trapalhadas de Ivy e Tunstell. Ainda que tenha sentido falta dos diálogos hilários (lê-se brigas) do casal protagonista, a trupe de viajantes não deixa que a narrativa seja monótona. Muito pelo contrário, "Metamorfose?" tem um ritmo frenético, com muitas perseguições e fugas. A leitura, assim como em "Alma?" passa veloz e logo acaba, deixando gostinho de quero mais.

O livro é outro belo exemplar em termos de diagramação, com ilustrações, forte identidade visual da saga e um cuidado todo especial com as fonts utilizadas.

"Metamorfose?" não me decepcionou. É a digna continuação das aventuras de Alexia Tarabotti Maccon.

E o próximo da série é "Inocência?" que eu trago qualquer dia desses...

Um xeru;


Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...