terça-feira, 28 de junho de 2016

O dia da garota: Maquia e Fala


Hellooooo girl!!!

Como combinado, hoje, última terça-feira do mês de junho, dia de vídeo novo no canal "O dia da garota", o cantinho de vídeos meu e da Lila.

Dessa vez estamos matando a vontade de nossas leitoras que perguntam como nossa amizade começou, como a gente se conheceu e o que nos une até hoje. Foi um vídeo muito gostoso de se gravar e ficou bem leve e descontraído, como se fosse um chá com amigas (só que trocamos o chá por maquiagem *rsrs*). Ficou muito parecido com as nossas conversas privadas longe das câmeras e redes sociais. Sem mais delongas... APERTA O PLAY!!!



✿ Gostou do vídeo? Então curte e compartilha, tá? ✿

✿ Não esqueça de se inscrever no Canal O dia da garota!


Produtos usados por mim no vídeo:


Só quero finalizar dizendo que já estou morrendo de saudades da minha Xuxú Lila e que tô adorando ver os vídeos e matar um pouquinho da saudade. Espero que você, aí do outro lado da telinha, também esteja curtindo.

Por hoje é só.


Mil beijinhos;


Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


sexta-feira, 3 de junho de 2016

Esmaltando: Ganache - Koloss


Oi lindona! Hoje eu tô aqui pra deixar sua sexta colorida...Ou não né, por hoje vamos de esmalte Nude :O!  Ele é o Ganache que faz parte da linha Nails da Koloss, que não sei por quantos esmaltes ela é composta, nem no site da marca tem essa informação, mas o que sei é que tem vários acabamentos como cintilantes, cremosos, metálicos, perolados etc... Mas vamos a esmaltada! Ele é um nude com cara de leite com achocolato lindo de viver, com uns micro brilhos dourados que dão super charme nele, é eu sei não dá pra ver na foto...desculpa mas eu tentei mas minha máquina não conseguiu capturar isso :( 

Não era muito fã de esmaltes nudes, mas confesso que esse ai me conquistou e muito! Para dar aquele incrementada na esmaltada usei essas florezinhas em todas as unhas! Ficaram fofas né!? Mas agora vou deixar você curtir seu final de semana!Ah mas antes me conta ai o que achou da esmaltada ok! 

Beijos Beijos



Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


terça-feira, 31 de maio de 2016

O dia da garota está de volta! ***Dancinha Feliz***


Aêêêêêêê!!! Estamos de volta com nosso amado canal no You Tube. Quem gostou da notícia, comemora!


Crescer (como pessoa, profissionalmente e até mesmo no tamanho mesmo) é mudar, se adaptar a novas condições e fazer o melhor com os limões, as cerejas e os abacaxis que a vida nos dá. Nos últimos 2 anos, Lila e eu passamos por muito perrengues, mudanças (geográficas, financeiras, profissionais e emocionais) e alegrias também, claro. Isso acabou impossibilitando uma coisa que sempre gostamos muito de fazer: gravar juntas. E sentimos muita falta! Parece que não foi só a gente, né? Teve e-mail, teve mensagem, teve até gente perguntando em festinha de criança: "Por que você e a Lila pararam de gravar?", "Vocês não vão voltar mais?", "Cadê os vídeos novos?". Vontade de gravar nossas maluquices não faltava, mas nem sempre querer é poder, né non?

Pois éééé... depois de muitas considerações e planos mirabolantes, resolvemos voltar a gravar juntas. Yeeey! O primeiro vídeo é para matar a saudade e também para explicarmos como essa nova fase vai funcionar. Então, vem a com a gente, aperta o play e se joga nessa amizade goxxxtosa!


✿ Gostou do vídeo? Então curte e compartilha, tá? ✿

✿ Não esqueça de se inscrever no Canal O dia da garota!
Blog da Lila
✿ Canal da Lila no YT


Como sempre, estamos abertas à sugestões de temas, assuntos, brincadeiras, desafios e tags para os próximos vídeos. Conta pra gente o que você quer ver no canal, que prometemos considerar e planejar com muito carinho... e se a distância puder ser ignorada ou superada, pode ter certeza que a gente vai dar o nosso máximo para atender.


Já tem muita coisa legal gravada e outras mais sendo pensadas. Tudo isso porque a gente ama essa telinha e ama ter você por perto. Obrigada por todo o carinho!



XOXO


Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


sábado, 28 de maio de 2016

Eu Testei: Base SuperStay 24 - Maybelline


Hello girl!

Uma make perfeita começa, sem dúvida, com a escolha de uma boa base facial. Seja básica ou super elaborada, se não tiver a correção de pele (tom, manchas, espinhas e vasinhos), o efeito não fica bom, não é mesmo? Por isso que eu tô sempre caçando e testando novas bases faciais. E nem preciso gastar muito nesse quesito (Ô glória!) porque sempre dá para comprar uma base boa e barata que me satisfaça. Hoje eu trouxe a SuperStay da Maybelline.

Apresentando: Base SuperStay 24 Horas. Linha: SuperStay Makeup. Peso: 30 ml. Cor: Pure Beige Medium (70). Fabricante: Maybelline. País de origem: Brasil.


Preço? Paguei R$ 44,90 na Época Cosméticos, mas já faz um tempinho que comprei.

Modo de usar? Segundo a marca, para melhores resultados "aplique de forma suave e uniforme por todo o rosto  e espalhe com as pontas dos dedos". Eu prefiro utilizar um pincel tipo kabuki com cerdas sintéticas para economizar produto e não fazer meleca.

O que promete? Aparência naturalmente perfeita o dia todo. Fórmula Micro- Flex que possibilita fixar a base e acompanhar os movimentos da pele confortavelmente, sem sensação de peso ou rigidez. A tecnologia de SuperStay proporciona alta resistência ao movimento, calor, umidade, suor e toque. Livre de óleos, testados por dermatologistas, livre de fragrâncias. Ideal para todos os tipos de pele. NÃO TRANSFERE. COBERTURA MÉDIA. *Informações retiradas do site do fabricante.

Minha avaliação: Estaria a SuperStay no meu top 3 de bases queridinhas!


A embalagem da SuperStay é bem simples, mas infelizmente, nada prática. Ela é de vidro, então precisa ter cuidado para não deixar cair e quebrar. A tampa é de plástico branco resistente. E pasme: em pleno 2016, Dona Maybelline não se preocupou em equipar a SuperStay com um bico dosador, válvula pump ou algo que valha. Uma vergonha! Agora que a minha base está do meio pro fim, tá bem difícil retirar o produto do vidrinho. Tem que virar pra baixo e ficar batendo na "bundinha" pra sair um pouco que seja. Acho isso um saco (desculpa a palavra!). Sem falar que há um acúmulo horroroso de base na tampinha. ¬¬

O cheiro é bem fraco, o que sempre acho ótimo. Detesto base perfumada! A SuperStay não deixa rastro.


A base em si tem uma consistência líquida bem leve, mas admiravelmente, cobre bem pra caramba. Ela é bastante aquosa e desliza com facilidade na pele. Contudo, é preciso aplicar com certa rapidez porque seca ligeirinho assim que entra em contato com a face.

Dá para notar na foto acima que ela uniformiza bem o tom da pele e cobre até aquelas espinhas vermelhas chatas. Os vazinhos também somem! Yeeey! Acho que até as olheiras dão uma melhorada considerável com a SuperStay. Na imagem acima eu ainda não havia aplicado corretivo e olha só como a pele tá bem uniforme.


A SuperStay não marca linhas de expressão nem ruguinhas. não craquela e nem resseca a pele. Apesar de cobrir bem a pele e a Maybelline classificar como base de média cobertura, não sinto aquele acumulo de produto no rosto. Acho que ela é bastante leve mesmo, super confortável de usar. E é beeeem sequinha. A marca diz que pode ser usada em qualquer tipo de pele, mas aí eu acho que é forçar demais. Tenho certeza que as mulheres de pele seca não vão se sentir muito confortáveis com a SuperStay por ela secar rápido e deixar esse aspecto super matte. Para mim que tenho a pele mista, é óóótimo, a realização de todos os desejos. Rola de fazer aquela pele de Kim Kardashian, estilo boneca de cera. hehehehe.


Nos últimos tempos tem sido a minha base queridinha, pois aguenta o pancadão de horas na rua, com calor, suor, poluição e tudo mais. Não chega a ser 24, como a marca propaga, mas acredito na dignidade da SuperStay por umas 10 horas, desde que seja acompanhada de um bom pó facial (no meu caso, o Blot da MAC) e primer antes. Ela é quase à prova d'água porque tem uma aderência fantástica à pele, só saindo com bastante demaquilante e água e sabonete depois. Acho isso bombom demais!

Fazendo aqui as contas, é uma base ótima, com um custo benefício pra lá de satisfatório (pagaria até um pouquinho mais por uma base de qualidade tão boa). Todavia, contudo e entretando... perde um pontinho por causa da deficiência na embalagem/aplicação. Leva 4 "Gigis-love" com meu coração na mão. Queria tanto dar mais...


Agora me conta aqui uma coisa... qual a sua base preferida do momento?


Mil beijos;


Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


sexta-feira, 27 de maio de 2016

Esmaltando: Somelier - Adriane Galisteu


Oi sua linda! Tudo certinho? Aqui está e tudo pronto pra curtir o final de semana! E claro que não pode faltar aquela esmaltada não é verdade?! Gosto de manter esse ritual, pra me sentir bem sabe, tento cuidar de mim sempre que posso. Mas vamos ao esmalte de hoje o Somelier da Adriane Galisteu, esmalte cremoso roxinho lindo de viver! 


Cobriu muito bem com duas camadas e secou rapidinho. Ele faz parte da coleção Day by Day composta de 6 cores. Usei no anelar o Pole Dance da Top Beauty e desta vez tive que usar top coat, pois fiz as unhas a noite e quando acordei esta com uma nova nailart rs. Adorei usar ele! 

Fique com Deus e um ótimo final de semana!

Beijos Beijos



Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


terça-feira, 24 de maio de 2016

A garota lê: Alma? - Gail Carriger


Hi girl!

Reparei que toda vez que trago alguma série literária aqui para o VG, acabo fazendo um post só e, com isso, lanço um monte de spoiller. Algo que ficou encoberto em um livro, é fatalmente revelado na sinopse do próximo e isso gera desconforto para quem lê. Então resolvi, na medida do possível, apresentar um livro por post e aí a leitora (ou leitor) escolhe se quer saber sobre toda a série ou não.

Vou começar com uma série que muito me surpreendeu por apresentar os temas "steampunk" +  policial + sobrenatural + romance + comédia. Será que essa mistureba deu certo?



Título: Alma?
Série: O Protetorado da Sombrinha
Título original: Soulless
Tradução: Flávia Carneiro Anderson
Autor: Gail Carriger
Gênero: Ficção fantástica inglesa
Editora: Valentina
308 páginas


Sinopse:
Um romance sobre vampiros, lobisomens e sombrinhas.
Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas embora compridíssimas) em plena sociedade vitoriana. Em primeiro lugar, ela não tem alma. Em segundo, é solteirona e filha de italiano. Em terceiro, acaba sendo atacada sem a menor educação por um vampiro, o que foge a todas as regras de etiqueta.

E agora? Pelo visto, tudo vai de mal a pior, pois a srta. Tarabotti mata sem querer o vampiro ― ocasião em que a Rainha Vitória envia o assustador Lorde Maccon (temperamental, bagunceiro, lindo de morrer e lobisomem) para investigar o ocorrido.

Com vampiros inesperados aparecendo e os esperados desaparecendo, todos parecem achar que a srta. Tarabotti é a responsável. Será que ela conseguirá descobrir o que realmente está acontecendo na alta sociedade londrina? Será que seu dom de sem alma para anular poderes sobrenaturais acabará se revelando útil ou apenas constrangedor? No fim das contas, quem é o verdadeiro inimigo, e... será que vai ter torta de melado?

Sobre a autora:
Gail Carriger começou a escrever para suportar as agruras de ser criada na obscuridade por uma britânica expatriada e um rabugento incorrigível. Fugiu da pacata vida interiorana e, quando deu por si, tinha adquirido vários diplomas de nível superior. Então, viajou pelas cidades históricas da Europa, sobrevivendo apenas dos biscoitos que levava escondidos na bolsa. Agora vive nas Colônias, cercada por um harém de amantes armênios, só toma chá importado de Londres e cria gatos que urinam exclusivamente em vasos sanitários. Gosta de chapéus pequeninos e de frutas tropicais. Descubra muito mais em gailcarriger.com.


Sobre "Alma?":
Ameeeei esse romance diferentão! Na Inglaterra da era vitoriana, com toda aquela vestimenta e adereços complicados de se usar, um universo de vampiros, lobisomens e fantasmas se funde à cientistas, máquinas extraordinárias e sombrinhas (usadas como armas!). É o universo "steampunk". Explico: steampunk é um subgênero da ficção científica, ou ficção especulativa, que ganhou fama no final dos anos 1980 e início dos anos 1990. Trata-se de obras ambientadas no passado, no qual os paradigmas tecnológicos modernos ocorreram mais cedo do que na História real (ou em um universo com características similares), mas foram obtidos por meio da ciência já disponível naquela época - como, por exemplo, computadores de madeira e aviões movidos a vapor. *Informações retiradas da Wikipédia.


Temos a heroína Alexia Tarabotti, uma preternatural, ou seja, uma mulher nascida sem alma. Isso pode parecer um problema, mas Alexia não é de reclamar. Muito pelo contrário, usa essa condição muito útil para proteger seu país e a população. Acontece que os preternaturais tem o dom de anular os poderes de vampiros e lobisomens, além de exorcizar fantasmas. É por isso que ela está sempre metida em confusões, inclusive enlouquecendo Lorde Macon, alfa da alcateia do Castelo de Woolsey e dirigente do DAS - Departamento de Arquivos Sobrenaturais.

A srta Tarabotti é descrita pela autora como uma solteirona de carteirinha, de pele um pouco escura demais (para os padrões da época), nariz maior que o ideal, grande amor pela leitura e ciências, personalidade forte e de formas voluptuosas (segundo Lorde Macon). Traduzindo: é aquele tipo de mocinha fora do convencional, que sempre tem uma resposta (mal criada) para tudo, não aceita não como resposta, praticamente independente e muito divertida. Os diálogos, ou melhor, as brigas dela com Lorde Macon são hilárias. Chega a dar pena do pobre lobisomen.


Nessa primeira obra da série "O Protetorado da Sombrinhas", Alexia e o DAS estão preocupados com os estranhos acontecimentos cercando os seres sobrenaturais. Desaparecimentos, vampiros sendo criados sem o aval das autoridades, entre outras encrencas. E como todos os sobrenaturais desconfiam da srta Tarabotti, é justo que ela investigue o caso. E isso dá muita confusão.

Recomendo a leitura, pois o livro é leve, divertido, tem algumas cenas bem quentes, outras românticas. Além disso, tem aventura, perseguições, investigação, lordes, ladys, chá da tarde, tortas, chapéus ridículos e uma parafernália de "lunóticos", armas moderninhas e experimentos científicos. Uma ótima maneira de passar o tempo.

A série "O Protetorado da Sombrinhas" é constituída de 4 livros até agora, mas já ouvi falar que não vai parar por aí. Oba!!! Logo logo trago segundo volume.

Espero que tenha gostado.



Um xeru;


Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...