Mostrando postagens com marcador Decepção. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Decepção. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

O dia da garota: Não Tão Queridinhos Assim de 2013

Hola chica!!!

Depois de mostrarmos os produtos, compras e presentes mais amados de 2013, Lila e eu trouxemos as nossas decepções. Pois nem tudo são rosas e sempre tem aquelas coisas que a gente não curte, se decepciona e quer queimar na fogueira santa. *rsrs*

Dê o play e divirta-se com nossas loucurinhas!

✿ Gostou do vídeo? Então curte e compartilha, tá? ✿

✿ Não esqueça de se inscrever no Canal O dia da garota!
✿ Canal do Vai Garota! no You Tube: http://www.youtube.com/user/gilizarda

Pra quem não viu a resenha desses produtos que eu testei, listei os links abaixo:



Com certeza você também teve alguns produtos "fuééén" - como diz a Lila - e nós queremos saber quais foram eles. Conta pra gente???


Besos;





terça-feira, 23 de julho de 2013

Eu Testei: Primer Rosto Antibrilho (pra começo de conversa) - quem disse, berenice?


Olááááá, garota!

Pensei muito antes de decidir mostrar esse primer aqui. Tenho uma GRANDE implicância com a marca quem disse, berenice? pelo modo como tratou à mim e algumas outras blogueiras do quadradinho. Antes da inauguração da primeira loja aqui no DF, eu e outras blogueiras procuramos a assessoria da marca para que nos desse explicações sobre a nova loja, local, lançamento e etc. Acontece que os responsáveis nos ignoraram completamente até o dia da tal inauguração, não responderam nossos e-mails e mensagens... nos deixaram no vácuo. Depois de um tempo, a marca selecionou algumas blogueiras brasilienses para um evento exclusivo (eu não estava entre elas), mas ainda assim não respondeu à todas. Fiquei fula da vida! Não por não ter sido convidada - afinal não dá mesmo para atender dessa forma à todas -, mas pelo descaso de não responderem pelo menos com um breve aviso ou desculpa. Porque, pensa comigo, se eles tratam assim as blogueiras-formadoras-de-opinião-e-blábláblá... imagina o público em geral? Alô, qdb?, blogueira também é consumidora, viu? E consumidora que sabe o que é empresa/marca/linha/produto bom!

Enfim... fiquei um bom tempo com o pé atrás com a marca. Muito tempo depois, Lila e eu resolvemos ir por conta própria à loja e conhecer os produtos. Eu comprei esse primer antibrilho e um batom vermelho, que depois mostro aqui.

Apresentando: Primer Rosto Antibrilho (pra começo de conversa). Peso: 12g. Incolor. Fabricante: quem disse, berenice?. País de origem: Brasil.


Preço? R$ 49,90 na loja física e na loja virtual.

O que promete? O produto prepara a sua pele pra receber o make disfarçando os poros, uniformizando e acalmando a pele e também fixando a maquiagem. A fórmula não tem parabenos e a validade é de 2 anos. O produto ainda tem vitamina E e ômega 3 e 6 pra ajudar a cuidar bem da pele. *Informações retiradas do site da marca.

Modo de usar? Antes de se maquiar ou durante o dia, é só espalhar com a esponja em todo o rosto e pescoço. *Informação retirada da embalagem.


Minha avaliação: Juro que expulsei todo o meu preconceito e implicância ao analisar esse produto, mas ainda assim me decepcionou muito. A marca diz que o primer é antibrilho, mas minou óleo na minha face em menos de 2 horas!


A embalagem do primer é uma gracinha, aliás, como todos os produtos da marca. A caixinha de papelão é fofa, o jeito como o produto é descrito é bem juvenil (quase adolescente demais até), a logo da qdb? por sí só já é um amorzinho. O case se parece bastante com os dos pós da Yes Cosmetics, com um compartimento inferior onde ficam o espelho e a esponja para a aplicação.


O produto em si é uma cera super consistente e incolor (no case é branquinho). Tem um cheiro bem leve que lembra menta, mas é muito suave e some fácil na aplicação.


Ao passar o dedo no primer, é possível sentir sua consistência de cera. Essa substância desliza que é uma beleza na pele e deixa um rastro geladinho, refrescante.

Vamos aos resultados:


Acima, minha pele limpa, tonificada e hidratada.


Aqui o primer já foi aplicado (uma quantidade mínima espalhada sobre todo os rosto). Note que o brilho realmente sumiu.


E agora, a pele com primer + base + pó compacto. Totalmente opaca! Dá pra ver o meu sorriso de "uhuuuul, vai funcionar!".


Maaaaas... apenas 2 horas depois da maquiagem... 


Brilhoooou, brilhou muito, melecou, borrou, ecaaaaaa!

Ô decepção, gata-garota! Vontade de chorar pelo dinheiro jogado fora. Já usei o primer com todas as minhas bases e pós para ver se o problema era a soma dos fatores. Já usei com hidratante oilfree, hidratante em gel, sem hidratante... mas não tem jeito: mina óleo sempre. Também testei em dia frio, em dia quente, dia normal... é óleo, óleo, óleo!!! Li algumas resenhas que encontrei na internet e as opiniões são divididas: algumas gostaram e outras não. Para mim não deu, como você viu nas fotos.

Para concluir, o Primer Rosto Antibrilho (pra começo de conversa) leva 1 "Gigi-love" e só porque a embalagem é mesmo fófis. Afinal, é bem carinho e não segurou nem 3 horas.


Você já conhecia esse produto? O que achou dele?


Beijos, beijinhos e beijocas;





quarta-feira, 19 de junho de 2013

A Garota Lê: Finale - Série Hush, Hush


Hey, girl! Esperei por tanto tempo o fechamento da série "Hush, Hush"... só para no final me decepcionar com a autora e o final sem vergonha de um série que era ótima.

Trilogia Hush, Hush - Série de 4 livros
Título: Finale (Volume 4)
Autora: Becca Fitzpratrick
Gênero: Literatura Sobrenatural/Anjos
Editora: Intrínseca
304 páginas

"Um amor que enfrenta barreiras. Uma guerra  à espreita. Um final épico de tirar o fôlego."

Final épico? Náonde, brasééél?

Sinopse:
Nora e Patch pensavam que seus problemas tinham ficado para trás. Hank estava morto, e seu desejo de vingança não precisava ser levado adiante. Na ausência do Mão Negra, porém, Nora foi forçada a se tornar líder do exército nefilim, e era seu dever terminar o que o pai começara — o que, essencialmente, significava destruir a raça dos anjos caídos. Destruir Patch.

Nora nunca deixaria isso acontecer, então ela e Patch bolam um plano: os dois farão com que todo mundo acredite que não estão mais juntos, manipulando, dessa forma, seus respectivos grupos. Nora pretende convencer os nefilins de que a luta contra os anjos caídos é um erro, e Patch tentará descobrir tudo o que puder sobre o lado oposto. O objetivo deles é encerrar a guerra antes mesmo que ela venha a eclodir. Mas até mesmo os melhores planos podem dar errado.

Quando as linhas do combate são finalmente traçadas, Nora e Patch precisam encarar suas diferenças ancestrais e decidir entre ignorá-las ou deixá-las destruir o amor pelo qual sempre lutaram.

Fonte:  Editora Intrinseca

Minha avaliação:
Resenha dos volumes 1, 2 e 3 dessa série
Desde Crepúsculo que eu não me decepcionava tanto com uma série literária. "Hush, Hush" foi uma trilogia que me conquistou pela originalidade de seus personagens, pela trama frenética de tirar o fôlego, pelos personagens principais fortes, pela mocinha destemida e nada boba. "Sussurro" deu início a uma estória fantástica, com personagens cativantes e mistérios surpreendentes. Depois veio "Crescendo", que aprofundou a trama sem deixar cair a qualidade dos diálogos. "Silêncio" aumentou o nível de adrenalina, colocou mais ingredientes picantes no caldeirão de anjos caídos, serafins, nefilims e humanos; e deu uma reviravolta na relação de Nora e Patch (que continua sendo o meu mocinho-bandido preferido). Aí o terceiro volume acabou de uma forma surpreendente, única, que me deixou com tanta água na boca, tanta vontade de devorar logo o último volume; que mal pude esperar a tradução e revisão para o português.

Quando enfim comprei o último livro da série, me deparei com uma Nora Grey lerda, extremamente ciumenta, fraca, burra ao nível Bella Swan e que acredita em todo mundo, até em em Papai Noel. Não entendi a involução de Nora. Ela era um exemplo de orgulho, motivação, luta... e aí? Onde ela se perdeu? Foi quando se tornou uma nefilim? Não gostei!

Patch também estava apagado nesse último volume. Cadê heroísmo? Cadê salvamentos impressionantes? Cadê planos mirabolantes? E cadê, pelo amor dos serafins, o sex-appeal do cara? Estava apático, perdido, confiante demais nos planos alheios. Irreconhecível!

O final foi uma verdadeira piada. Uma guerra que ninguém notou, uma morte de um personagem querido totalmente desnecessária, uma mãe bitolada que não exige explicação nenhuma e depois aceita calmamente o namoro da filha com um bad boy; e por fim, um vilão mais sem motivos e planos de apoio que já vi.

Na boa, Becca... fez feio!


Eu fiquei sem graça pela Becca Fitzpatrick, que levou a série toda numa boa, com originalidade, personagens bons, mas que não conseguiu fechar bem a saga. Parece que ela tinha esgotado todas as suas boas ideias nos três primeiros livros e que foi obrigada a deixar a estória aberta para um último volume, que desistiu de fechar. Foi tanto capítulo de encheção de linguiça, tantas voltas pela cabeça da personagem principal... e eu pensando que isso tudo tinha um propósito. Mas o livro acabou e eu fiquei pensando: "Pôxa, até eu poderia ter feito melhor". E essa sensação não me sai da cabeça. A vontade que dá é apagar "Finale" da cabeça e inventar eu mesma um final para a trilogia "Hush, Hush".



E agora o que que eu faço com uma coleção com 3 livros muito bons e um volume final idiota? Peguei até "nojinho"! Aff...


Kisses;





quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Eu Testei: Hair Mousse Cabelos Cacheados Neez


Hola, chica!!! Muitas leitoras tem reclamado que posto poucas opções de produtos para cabelo. Mea culpa! Perdão. Acontece que eu tenho um cabelinho encaracoladinho metido à besta e que não aprova muitas mudanças capilares. Shampoo e condicionador eu tô sempre trocando porque os caracóis "enjoam" e não se dão mais. Já os cremes para pentear, máscaras e finalizadores são os mesmos que eu usava durante a adolescência. Se mudar, os cachos se desentendem e vira o caos.*rsrs*

Comprei esse mousse da Neez porque o meu queridinho da Aspa tinha acabado e o picumã fica meio nervoso quando preciso fazer penteado e só vai com esse tipo de finalizador. Agora você fica sabendo se deu certo ou não.


Apresentando: Hair Mousse Cabelos Cacheados. Peso: 170g (190ml). Fabricante: Neez Profissional.

Preço? R$ 12,90 numa drogaria em Taguatinga Norte (DF).

O que promete? Reduz o volume, dá brilho e define os cachos sem tirar o efeito natural dos cabelos.

Modo de usar? Agite o frasco e vire-o com o bico para baixo para pressionar a válvula. Coloque na palma da mão a quantidade equivalente a um limão. Aplique com as duas mãos, distribuindo o produto por todo o cabelo. Com o auxílio dos dedos, pentes, escova ou secador, finalize o penteado. Para retirar o produto dos cabelos, escove ou lave-os normalmente. Instruções do fabricante.

Minha avaliação: Oleoso, grudento e não quero ver nunca mais!!!

Bico dosador do mousse. Igual à maioria presente no mercado.

Em primeiro lugar, não sei se todas as leitoras do Vai Garota! sabem o que é um hair mousse. Pois bem, um hair mousse é uma espuminha que você passa no cabelo seco ou úmido e que ajuda no modelado de ondas, cachos e penteados. Normalmente é um produto leve, pois você sacode a embalagem e sai essa tal espuma que se espalha na palma da mão e só depois é aplicada no cabelo.

Olhando a embalagem a pessoa diz que é um mousse normal. É realmente semelhante à qualquer mousse que eu já tenha usado. O problema é que a espuma, que deveria ser leve, é um treco oleoso e grudento. Muito estranho!!!


Geralmente, o mousse "cresce" na palma da mão. Já o Hair Mousse Cabelos Cacheados Neez não expandiu muito.


E quando esfreguei na palma da mão para aplicar, ficou assim como na foto. Dá para ver o brilho do óleo. E essa substância fica grudando na mão, só saindo com muita água e sabão.

Mesmo sabendo que isso não iria prestar, passei no cabelo e... ficou oleoso! Muito oleoso!!! Ainda bem que só passei do meio para as pontas. O aspecto do meu cabelo ficou seboso, pesado, um horror. Tentei tirar uma foto para mostrar aqui no blog, mas a câmera não colaborou, então você vai ter que acreditar em mim. Não prestou! No mesmo dia tive de lavar o cabelo novamente (sempre aplico mousse com o cabelo úmido, depois penteio e deixo secar ao natural) para tirar a gordura. Eca!

Agora, o único jeito de eu usar esse produto é quando faço rabo de cavalo, só para segurar as pontas dos cachos baixas. E mesmo assim, só no dia em que vou lavar a cabeça mesmo.

Quantas "Gigis-love"? Uma! E só porque o preço é baixo.



Besos;






quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Tag: Eu não compraria de novo...


Hey, girl! Depois de Lila e eu respondermos a tag "Eu compraria de novo..." não poderíamos deixar de dizer também o que não compraríamos novamente.

Nesse vídeo você conhecerá os produtos odiados, em falta ou não tão bons que nós reprovamos. Foi bem divertido gravar essa tag (e quando eu não me divirto com a Lila???) e me fez refletir muito sobre consumo consciente, desapego e decepções. Espero que goste!

✿ Gostou? Então clica no "joinha" e ajude a divulgar! ✿


✿ Canal do Vai Garota! no You Tube: http://www.youtube.com/user/gilizarda
✿ Canal do blog O dia da Lila no You Tube: http://www.youtube.com/user/larissarehemvideos?
✿ Para ler as resenhas d e alguns dos produtos deste vídeo, acesse a tag "Eu Testei": http://www.vaigarota.com/search/label/Eu%20Testei



Beijinho beijinho, tchau tchau!





quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Delineador para olhos Mega Impact Avon - Nude e Preto


Hey, girl! Resenha dupla hoje. \o/

Apresentando: Mega Impact Delineador para Olhos. Peso: 1,2g. Cores: 1 preto e 5 nude (eu vejo rosa, mas...). Fabricante: Avon.


Preço? Varia entre R$13,00 e R$19,00, dependendo da campanha da revista Avon.

O que promete? Fórmula em gel para proporcionar o máximo da cor aos seus olhos. Disponível em três cores: preto, nude e azul.

Modo de usar? Fazer o traçado contornando os olhos tanto por fora quanto por dentro, de acordo com sua preferência.

Minha avaliação: O lápis preto é bem preto, mas molenga. O nude é um cor de rosa sem graça e não tem traço regular.


Comprei esses delineadores da Avon porque o meu lápis-preto-super-sucesso, o Zero da Urban Decay, está no toco e agonizando. Precisava do preto e tinha esperanças de que o nude fosse aquele lápis bege delícia que eu tanto amo passar na linha d'água para abrir o olhar, mas foi uma decepção só.

O preto, no dorso da mão, é uma coisa linda de se ver, pigmentado e ryco. O nude já me deixou ressabiada de cara. 


Já no olho, o delineador preto fica assim como na foto: um traço indefinido, grosso demais (e não adianta muito fazer ponta fina com apontador). Ele desliza muito bem, é verdade, e também é muito macio. O problema é que, de tão macio, fica difícil de controlar o traço. A durabilidade nos olhos é ótima e pra tirar só com demaquilante específico para área dos olhos depois de lavar com água e sabonete.

Uma coisa que eu só percebi nas fotos é que o preto tem uns micro brilhos azuis e prateados, bem pequenos mesmo, e sutis.


Aplicado na linha d'água ele é uma beleza, não tenho do que reclamar! Dura horrooooores, menina!!! Infelizmente, pela maciez e deslizamento, não é um bom lápis para usar como base de sombra porque acumula nas dobras dos olhos.


O cor de rosa sem sal e sem açúcar nude é não me agradou! Em minha humilde opinião, nude de verdade é uma cor matte. Pode até ser rosada, puxada pro marrom, mais clara ou mais escura, mas sem brilho (tô errada?). Mesmo que eu esteja equivocada e um nude possa ser brilhante, minha preferência é pelo matte. #etenhodito Outro problema é o traço mais indefinido que o preto e, pior, ele esfarela. Nas fotos (tanto do swatch quanto do olho) dá para ver o drama desse delineador. Na linha d'água então ele não fica nem com reza braba. Alguns minutinhos e a cor já se foi.

No resultado final fica assim então...
Delineador preto: três "Gigis-love" pela pigmentação, durabilidade e por ser em gel: 

Delineador nude: fala sério, né? ZERO!!!


Espero que tenha gostado da resenha e que me perdoe a sinceridade. Estamos aqui pra isso!



Kisses;





terça-feira, 18 de setembro de 2012

Eu Testei: Pincéis Chanfrados Macrilan e ProArt


Oi, garota linda! Tô num corre-corre louco, mas consegui uns minutinhos para fazer essa resenha. Trata-se de dois pincéis que adquiri no mês passado. Eles foram comprados no Shopping dos Cosméticos do Taguatinga Shopping, uma loja muito frequentada pelas blogueiras da área e perdição minha e da Helô. *rsrs*


Apresentando: Pincel chanfrado KP 1-16, da Macrilan Beauty Brasil (Importado da China); e Pincel chanfrado para sombra 25013, da ProArt Professional (Importado da China). Peso não indicado pelos fabricantes. 

Preço? Macrilan: R$1,80. ProArt: R$4,40.

O que promete? A embalagem de ambos os pincéis não emite esse tipo de informação.

Modo de usar: Pincéis chanfrados servem para aplicar sombras no côncavo das pálpebras, na área rente aos cílios inferiores dos olhos e até mesmo delinear os olhos.

Minha avaliação: Ainda implicando com os pincéis da Macrilan e confiando cada vez mais nos pincéis da ProArt.


Tanto o pincel da Macrilan quanto o da ProArt tem cabo de madeira e ponteira de alumínio. O pincel da Macrilan tem o cabo pintado de branco e a ponteira preta. Já o da ProArt tem cabo pintado de preto fosco e ponteira cromada. Quanto aos cabos e ponteiras, não há nenhuma reclamação, a qualidade é boa, apesar de que considero mais bonito o pincel da ProArt. Sei lá... é mais elegante!


Faltam informações imprescindíveis nas embalagens desses pincéis. Por exemplo, não sei até agora do que é feito o da Macrilan. Creio que seja uma fibra natural, mas não dá para se certificar de qual tipo. Como dá pra ver na foto, as cerdas são meio desgrenhadas, não é muito, mas me incomoda o aspecto. Soltou muita cerda na lavagem e todas as vezes que usei houve resquício na maquiagem. Além disso, as cerdas pinicam um pouco os olhos. Dá para usar, mas não seria nunca a minha primeira opção.


As cerdas do pincel ProArt são sintéticas, de nylon, como apontado na embalagem do mesmo. Ele é bem fino e durinho, por isso não o considero bom para aplicar sombra. Por outro lado, o pincel é perfeito para usar com delineador em gel. ^^


Os pincéis vêm nessas embalagens. A da ProArt é bem simples, de plástico, nada demais. A da Macrilan é mais ajeitadinha, mais bonitinha e trabalhada (vai ver que é pra compensar a porcaria de produto que vem dentro).

Deu pra perceber que novamente me chateei com um produto da Macrilan, né? É o mesmo problema desse pincel testado AQUI. Por isso, leva apenas 1 "Gigi-love" por ele próprio e outra pelo preço bacaninha:

O pincel da ProArt me agradou mais, só que ele é indicado pela marca para aplicar sombras e eu achei essa operação inviável pelas características do produto. Como expliquei, acho que ele seria melhor aproveitado como pincel delineador. Sendo assim, leva 4 "Gigi's-love":


Você já testou algum desses pincéis? O que achou deles?


Beijo carinhoso;





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...