quarta-feira, 24 de julho de 2013

A garota lê: Melancia - Marian Keyes


Oláááá, garota!

Vou começar o Especial Marian Keyes. Trata-se de uma série de posts mostrando a minha coleção de uma autora divertidíssima que eu adoro.

Título: Melancia
Título original: Watermelon
Autora: Marian Keyes
Gênero: Romance/Literatura Moderna
Editora: Bertrand Brasil com direitos de reprodução da tradução cedidos à BestBolso.
490 páginas

Sinopse:
"Melancia" é um romance sobre a arte de manter o bom humor mesmo nos momentos mais adversos. Com 29 anos, uma filha recém-nascida e um marido que acabou de confessar um caso de mais de seis meses com a vizinha também casada, Claire se resume a um coração partido, um corpo inteiramente redondo, aparentando uma melancia, e os efeitos colaterais de gravidez, como, digamos, um canal de nascimento dez vezes maior que seu tamanho normal! Nada tendo em vista que a anime, Claire volta a morar com sua excêntrica família: duas irmãs, uma delas obcecada pelo oculto, e a outra, uma demolidora de corações; a mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha; e o pai, à beira de um ataque de nervos. Após passar alguns dias em depressão, bebendo e chorando, Claire decide avaliar os prós e os contras de um casamento de três anos. É justamente nessa hora que James, seu ex-marido, reaparece. Claire irá recebê-lo, mas lhe reservará uma bela surpresa.
Retirado do site da Livraria Saraiva  


Sobre a autora:


Marian Keyes (Limerick, 10 de setembro de 1963) é uma escritora irlandesa. Ela já vendeu mais de 22 milhões de exemplares no mundo todo e foram traduzidos para 32 idiomas. Graduou-se em Direito na Universidade de Dublin, sem, contudo, jamais ter exercido a profissão. Morou em Londres por muitos anos, trabalhando ora como garçonete ora em escritórios. Neste mesmo período começou sua luta contra o vício do alcoolismo e, inclusive, uma tentativa de suicídio2 . Depois de vencida a batalha, alcançou o sucesso como escritora. 
Autora de vários best sellers do gênero Chick Lit, os seus livros exploram o universo feminino com muito humor e leveza. Seus temas centrais no entanto levam a tona muitos assuntos delicados, tais como luto, depressão pós-parto e violência doméstica. As personagens criadas pela escritora possuem perfis realistas, que permitem com que o leitor se identifique com a trajetória de vida narrada.
Retirado da Wikipédia


Sobre Melancia:


"Nas poucas semanas antes de dar à luz, eu estava absolutamente enorme. 
Inteiramente redonda. Como a única coisa que cabia em mim era minha bata de lã verde, combinando com meu rosto sempre verde, por causa do enjoo contínuo, fiquei com a aparência de uma melancia usando botas e um pouco de batom."

Quem gosta de livros como "O Diário de Bridget Jones", vai amar Melancia. Situações engraçadas, vividas por mulheres do mundo real, digamos assim. A diferença é que, Claire, nossa protagonista é oriunda da Irlanda. Ela vê o drama de ser largada recém-parida (que expressão estranha) e ter de cuidar da filha sozinha. Como boa irlandesa, Claire sabe que precisa da família nesse momento difícil e resolve voltar para a casa dos pais. E é aí que a coisa toda fica engraçada. A família Walsh - sobre a qual Marian Keyes ainda escreve mais 3 livros, cada um mostrando uma irmã por vez - é uma família muito louca. Sempre unidos, mas cada um cuidando de sua própria vida, eles nos fazem rir e chorar.


Apesar de ser abandonada pelo marido no momento que deveria ser o mais feliz de suas vidas, Claire consegue ser bem humorada e crítica consigo mesmo. Ela não entende como e porquê James a deixou e até chega a se culpar muito pelo ocorrido. Com o passar dos meses, o crescimento de sua filha e o fim da depressão pós-parto, ela começa a se reerguer. Conhece um cara legal, volta a sair e se sentir mulher novamente. É então que James retorna. Será que ela tornará a aceitá-lo e tudo será como antes? Ou Claire aprendeu realmente a se dar valor e se tornou novamente dona do seu nariz? Isso você só vai saber se ler Melancia. ^^

É um livro bastante divertido, com tiradas ótimas e muito sarcasmo. No meio ele fica meio lento e rola aquela dúvida de "aonde tudo isso vai parar?", mas a autora consegue retomar o pique e a estória fica gostosa de novo. Recomendo!!!

Essa minha edição é de bolso, super prática já que a autora escreve romances enooormes. Os livros normais são muito pesados e não cabem na bolsa, mas alguns foram publicados assim menores. Tenho mais um da coleção nesse tamanho, os outros 6 são grandões.

E por hoje é só.


Beijocas açucaradas;





Postar um comentário

Confira também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...