terça-feira, 25 de junho de 2013

Me rendi aos livros digitais... comprei um Kobo Mini!


Hey, girl! Tem duas coisas na vida que eu, como uma boa geek, não resisto: livros e tecnologia. Agora imagina quando unem essas duas coisas? O Kobo é um e-Reader, um leitor digital. Desde o lançamento desses leitores no Brasil que eu venho namorando, pesquisando, desejando, planejando a compra. Me decidi pela marca Kobo depois de muita pesquisa e de pesar as vantagens contra a sua concorrente, a Kindle. Considerei a plataforma mais aberta, com download permitido para qualquer site/livraria, bem mais apetecível que a proposta da Kindle de compra apenas pelo Amazon.com. E escolhi o Mini por sua praticidade e tamanho reduzido para caber até mesmo no bolso.


Todo mundo que vê o meu Kobo pela primeira vez, torce o nariz como quem diz: - Nossa, que coisa inútil! Mas não é não, viu? Em menos de um mês de uso, já estou completamente viciada. É muito bom ter uma biblioteca de cerca de 1000 livros que cabe na palma da mão. Você vai montando as suas prateleiras virtuais com livros pequenos, grandes e médios sem que aumente o peso que carrega. Ele pesa 134 gramas apenas!!! 


Eu leio muitos livros ao mesmo tempo e vários deles são super pesados, como a série "Crônicas de Gelo e Fogo" (George R. R. Martin), em que cada livro chega a ser mais grosso do que minha edição da Bíblia Sagrada da Editora Ave Maria. Em pensar que agora eu posso carregar esses livros e muitos mais de uma vez só na bolsa e sem ficar com dor nas costas. Bom demais!


Eu já era acostumada a ler livros digitais no computador (desktop), notebook e tablet; e adorava a praticidade. Mas ler num e-Reader não tem comparação, é milhões de vezes melhor. Isso porque a "tela de e-ink" é muito mais confortável para a leitura. Esse tipo de display proporciona uma imagem muito mais natural e próxima a uma página impressa em papel, com muito pouco reflexo e alta definição do texto. Quer dizer que eu leio mais e sinto menos fadiga, dor nos olhos e de cabeça. 

Além disso, a "tela de e-ink" é em preto e branco, então não rola de usar o navegador para outros fins que não seja o download de arquivos. Livros ilustrados, revistas e quadrinhos também não ficam legais nessa tela. O bom é que eu me concentro apenas na leitura e não fico me dispersando em redes sociais, como acontece ao ler em um tablet, por exemplo.


Quando fui comprar o meu (pesquisei na internet, mas comprei em uma loja física), a Lila me acompanhou. Chegamos à Livraria Cultura e as várias versões da Kobo (Kobo Touch, Kobo Glo e Kobo Mini) estavam expostos em um display. A gente chegou perto e começou a mexer, tentando ligar o treco, sem saber que ele já estava ligado. É que a tela não tem luz e nem se parece com nada que já tínhamos visto. Mas notamos que a tela estava mudando de página e começamos a entender o funcionamento. E é super simples, viu?  Depois de escolher o idioma, o resto foi fácil. Algumas horas fuçando e eu já manejava o aparelho com maestria, aproveitando todas as suas vantagens.


O Kobo Mini só tem um botão, o "On-Off". Todo a navegação é feita através da tela touchscreen. Para "virar uma página", basta tocar as laterais da tela. Direita = Adiantar. Esquerda = Voltar. O touchscreen da tela é super sensível, qualquer leve toque basta, não precisa fazer força. Achei a sensibilidade muuuuuito melhor do que a dos tablets.


É todo em material emborrachado, que não desliza e evita quedas. Está disponível nas cores preto e branco.


Você pode organizar as publicações em categorias e é muito fácil navegar e pesquisar.


O Kobo Mini vem nessa caixinha junto com o manual e um cabo mini-usb. Esse cabo serve tanto para passar dados (arquivos) quanto para carregar a bateria do e-Reader no computador. Ah sim... a bateria de um Kobo pode durar até 1 mês, dependendo do tanto que se usa. A minha carga dura menos porque eu vou lendo e parando e, ao invés de desligar o aparelho, coloco em "standby" (descanso).

Os livros podem ser baixados direto do Kobo, que tem acesso à internet via wi-fi - e aí você escolhe a livraria, site ou fichário de onde quer baixar - ou pode baixar os eBooks no seu computador e depois passá-los para o e-Reader. Já experimentei dos dois modos e eles funcionam corretamente. O arquivo que o Kobo lê é a extensão ".epub". Contudo, existem programas que convertem outros formatos para essa extensão. Eu uso o programa Calibre que tem me servido muito bem, além de fazer a conversão em questão de segundos (claro que dependendo do tamanho do livro, né?). Então fica fácil baixar livros em formato ".pdf", convertê-los e usá-los no Kobo.

Paguei 289 realidades no meu Kobo Mini na Livraria Cultura, que divide em até 10 vezes no cartão de crédito na loja física e na virtual. Que eu saiba, a venda é exclusiva à essa livraria. Achei o preço bem bacana para um eletrônico que, se eu cuidar bem, vai durar por anos e anos. O preço dos livros varia muito, mas é bem mais em conta que os livros físicos, sem falar que hoje em dia tem muita publicação grátis. Tem também o "mercado negro" dos livros digitais na internet, onde você baixa até lançamentos e best-sellers de graça (mas você não leu isso aqui no Vai Garota! *rsrs*).


Continuo amando a sensação de pegar e folhear um livro real, sentir seu cheiro e a textura de suas páginas; mas confesso que a tecnologia me conquistou. Penso que posso ter o melhor dos dois mundos, continuando com minha biblioteca sólida, mas sempre experimentando na abstrata.

Update (19:38): Surgiu uma dúvida nos comentários e eu lembrei que dá sim para fazer anotações nos livros digitais no Kobo. Você clica na parte em que quer a nota e vai surgiu uma caixa de diálogo. Aí é só selecionar onde quer a nota e escrevê-la. Além do mais, dá para ver na hora o significado das palavras porque o Kobo tem um dicionário embutido. ^^

E você, o que acha dessa novidade? Compraria um e-Reader?


Cyber beijos;





35 comentários:

Veronica Pelinca disse...

Oi Gi, achei a proposta dessa tecnologia bem legal, mas sei não... Sou do tempo de ter que pegar no livro, ler as "orelhinhas" deles, marcar as coisas mais importantes ou as coisas que mais me chamaram a atenção, mas gostei de conhecer essa novidade, beijocas

Lulu on the Sky disse...

Oi Gi. Nunca tive um ebook, eu gosto mesmo é de pegar nos livros, sentir aquele cheiro.
Big Beijos

Quelita Nunes disse...

Amiga preciso ir p o lado da tecnologia é bem mais pratico, mas adoro virar as folhas e sentir o cheiro de livro é muuito bom. rsrsrs. bjs

Adriana Lins disse...

Ah!!! Eu quero um Kobo também!!!
Invejinha branca do seu... rsrs Eu adoro ler como você sabe, e eu torcia o nariz para e-book, mas quando a filhota ganhou um tablet me rendi e agora amo ler tanto o livro físico como em e-book!
Tenho certeza que a leitura é muito melhor do que no tablet e eu vou comprar o meu, não sei quando mais vou!!!
Obrigada pelas dicas amiga.
Bjo

Elisa Cardoso*-* disse...

Eu compraria,nem foi caro,parece um livro de uma so página,sei la,não tem a aparencia de touch screen.
Clica no meu nome e vai no meu perfil.Bjs e fica com Deus.

a Frahn ;D disse...

Já li livros online e me adapto bem, mas confesso que gosto mesmo é de ter os livros na estante, de olhar as lombadas lembrando das sensações ao ler cada um. Além do mais passei boa parte da minha infância na biblioteca da minha avó e gostaria que meus filhos tivessem essa oportunidade. Maaas não nego que sempre posso mudar de ideia e já tive muitos momentos salvos pelos livros em pdf. Por enquanto não comprarei um E-reader, mas gostei muito do Kobo, barato e simples, aliás, essa edição do Alice é a de bolso né? Impressionada com o tamanho dele, eu tenho o Alice de bolso e é pequenininho! Confesso que minha bolsa é beem pesada por causa dos livros rs.

Regiane (Carrie) Alencar disse...

Eu não troco o livro físico por nada. Mas tb quero um desse ou algo parecido pq tb leio muitos livros pelo computador. =]
Para os livros físicos eu guardo o espaço mais para aqueles q quero mesmo.
E quero essa Hello Kitty tb. =]

Ju Verly disse...

Que falta me fez um desses semana passada. Não consigo viajar sem levar um livro. Fico desesperada em saber que vou ficar no aeroporto, avião, sem ter alguma coisa pra ler. E o livro que estou lendo tem quase 1000 páginas (e já tem a versão digital!). Nem precisa dizer que fiquei carregando aquele peso todo, na ida e na volta.
Preciso de um leitor desses!!!
Obrigada pela dica!
Bjs!

Jackeline Monteiro disse...

Confesso que ainda não estou preparada para isso. Amo livros físicos rsrs, o cheiro dos velhos então... mas quem sabe um dia. Bjs
comqueroupavouparaigreja.blogspot.com.br

Valquiria Novaes disse...

Que bacana, eu tenho mt dúvida se compro ou não hahaha
Bjos!
http://amonailart.blogspot.com.br/

Priscylla Macedo disse...

Adorei o post, você tirou muitas duvidas de uma vez só!!
Obrigada.

BRECHOZINHO DA MEL( HANNALU) disse...

Ai Gi, q legal, ótima aquisição pras meninas leitoras! Eu agora infelizmente tô no sufoco por causa da casinha nova rsrs mas ainda quero um desse!!!!

Larissa Rehem disse...

Acho a novidade bacana, mas ainda não tenho vontade de me aventurar nela não!

O mais legal foi ver usa felicidade no dia que comprou!
Eita satisfação!!
Beijão Xú!!!

Viciadinha em Make disse...

Nossa Gi que tudo!
Me animei pra comprar depois do seu post...
Ótima dica :)

Nara disse...

Menina que ótimo, quero saber desse mercado "negro" hahahaa eu adoro ler em tablet nos momentos das viagens, pois quando anoitece não pode-se ler nada né??? eu adorei o Kobo e já desejo.

Beijosss

Gi Lizarda disse...

@Veronica Pelinca
Tudo isso é questão de costume, Tomatinha. Sem falar que essa tecnologia salva muitas arvorezinhas, além de ser mais higiênica. ^^

XOXO

Gi Lizarda disse...

@Lulu on the Sky
Eu tb gosto, Lulu... mas o Kobo é muito prático e eu posso carregar vários livros sem pesar. =)

Beijinhos.

Gi Lizarda disse...

@Quelita Nunes
Pois é... decidi que vou continuar com a minha biblioteca física e a virtual. Tem livros que eu NECESSITO ter em casa, como algumas coleções queridinhas. Outros, sobretudo os mais pesados, serão melhor apreciados no Kobo.

Beijo grande.

Gi Lizarda disse...

@Adriana Lins
hihihihi Vou ficar na torcida amiga! Tomara que vc ganhe um (ou compre) logo. ^^

Beijos, beijinhos e beijocas.

Gi Lizarda disse...

@Elisa Cardoso*-*
Elisa, o Kobo é realmente diferente... e como estamos acostumadas com o touch dos tablets, há um estranhamento.

Beijo beijo.

Gi Lizarda disse...

@a Frahn ;D
Esse é realmente um prazer que só os amantes dos livros têm. Nunca me desfarei da minha pequena biblioteca e, sempre que puder, trarei novos exemplares para recheá-la. Só não posso ignorar a praticidade do Kobo. Adoraria ter tido acesso a um eReader na época da faculdade, monografia... Teria quebrado muito galho!

Esse livro da Alice não chega a ser edição de bolso, mas tampouco é um livro grande. O Kobo Mini não é tão pequeno, mas cabe na palma da mão. =)

Beijos no seu ♥!

Gi Lizarda disse...

@Regiane (Carrie) Alencar
Vc me entende, Regiane! Ter um eReader não quer dizer parar de ler (e comprar) livros físicos. É apenas mais um incentivo para a leitura, além de mais praticidade, sobretudo para carregar.

Agora eu vou poder ler muito mais, gastando muito menos. E se por acaso ler um eBook muito bom, é só comprá-lo para minha biblioteca física. ^^

Beijos carinhosos.
Ps. Ganhei essa Hello Kitty da minha xuxu, Lila. ^^

Gi Lizarda disse...

@Ju Verly
Então toca aqui, Jú! \o/
Me sinto perdidinha sem um livro, principalmente em viagens. E como é bom ler livros looongos, com muita estória e páginas, né?

Peso nunca mais! rs

Beijocas estaladas.

Gi Lizarda disse...

@Jackeline Monteiro
Eu tb era assim, mas a facilidade de andar com vários livros em um pequeno aparelho me venceu. ^^

Beijos mil.

Gi Lizarda disse...

@Valquiria Novaes
Tem que pensar bastante e pesar os prós e contras para fazer uma compra consciente. ^^

Kisses.

Gi Lizarda disse...

@Priscylla Macedo
Opa! Que bom!!! Fico muito feliz, gata. ^^

Beijo na ponta do nariz.

Gi Lizarda disse...

@BRECHOZINHO DA MEL( HANNALU)
Logo logo isso passa e vc volta a fazer comprinhas para si. tenha fé e paciência! ^^

Besos.

Gi Lizarda disse...

@Larissa Rehem
hihihihihi Vc testemunha as minhas maiores alegrias, xuuuu! Por isso é minha soul sister. Para momentos de dor e alegria...

#LoveU
#revoltaqdb
#saudadona

Beijãããão.

Gi Lizarda disse...

@Viciadinha em Make
Booom... é algo que só quem lê muito aprecia. Espero que vc goste, gi!

Super beijo.

Gi Lizarda disse...

@Nara
kkkkkkkkkkkkk
São blogs e sites que dispõe os livros para downloads, mas isso é piratear, né? =/

Big beijo.

Diise França disse...

Olha, achei a proposta desse aparelho muito bacana. Gostei muito do fato de poder fazer anotações nele. Sou louca em tecnologia tbm, achei isso uma inovação! Compraria sim, e achei até barato...vou me organizar, quem sabe?

Gi Lizarda disse...

@Diise França
Fiquei me imaginando na época da faculdade com um Kobo, Diise? Pensa a mão na roda que seria? Ainda mais pq a maioria da minha bibliografia foi de livros e revistas digitais. Teria sido uma mão na roda!

Tb achei barato, mas te, gente que chiou pelo preço... Aff...

Beijos, beijinhos e beijocas.

Hélen Bezerra - Mundo da Helen disse...

Nossa amiga to fazendo igual a você desde o lançamento fico só namorando pra ver qual é melhor e vai se adaptar ao meu bolso, gostei bastante das vantagens deste! Parabéns pela compra e ótima leitura a ti!
Beijos

Gi Lizarda disse...

@Hélen Bezerra - Mundo da Helen

Espero ter tirado todas as dúvidas e mostrado claramente as vantagens do Kobo. ^^

Obrigada, minha linda amiga.

Beijos e abraços.

Kelli disse...

Comprei ontem no site da Livraria Cultura, assim como você, depois de pesquisar muito!
Adorei saber da sua experiência, agora quero que chegue logo ;)

Bjs

Confira também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...