sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

A garota vai ao cinema: Jogos Vorazes: A Esperança - O Final


Oiiiieeee, garota!

Demorou, mas vim falar sobre o último filme que vi no cinema, o último Jogos Vorazes com Katniss e companhia. #chatiada


Título: Jogos Vorazes: A Esperança -  O Final
Título original: The Hunger Games - Mockingjay: Part 2
Gênero: Aventura , Ficção científica, Guerra
Duração: 2 horas e 17 minutos
Origem: EUA
Estreia no Brasil: 19/11/2015
Direção: Francis Lawrence
Roteiro: Danny Strong (adaptação do livro "A Esperança" de Suzanne Collins)
Distribuidora: Paris Filmes
Censura: 14 anos
Ano: 2015

Elenco: Jennifer Lawrence , Natalie Dormer , Julianne Moore , Elizabeth Banks , Josh Hutcherson , Sam Claflin , Jena Malone e outros.

Sinopse: Ainda se recuperando do choque de ver Peeta (Josh Hutcherson) contra si, Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) é enviada ao Distrito 2 pela presidente Coin (Julianne Moore). Lá ela ajuda a convencer os moradores locais a se rebelarem contra a Capital. Com todos os distritos unidos, tem início o ataque decisivo contra o presidente Snow (Donald Sutherland). Só que Katniss tem seus próprios planos para o combate e, para levá-los adiante, precisa da ajuda de Gale (Liam Hemsworth), Finnick (Sam Claflin), Cressida (Natalie Dormer), Pollux (Elder Henson) e do próprio Peeta, enviado para compôr sua equipe.


Minha Opinião: Poderia ter sido mais... mais... mais... não sei o que, mas poderia. Sacomé? Foi um pouco decepcionante. Esperava mais do filme, talvez por causa de toda a expectativa com o fim da saga e por todo o meu amor pela estória de Suzanne Collins. Mas nem tudo está perdido, vamos por partes.


Partindo exatamente do ponto onde parou o Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1, Katniss está se recuperando de seu reencontro trágico com o Peeta-possuído. O fato é que ela fica P da vida com o Presidente Snow por ter machucado o seu padeiro favorito e, é claro, por tê-lo transformado em um assassino que quer a sua cabeça.

Finalmente a revolução em Panem explodiu, graças ao marketing de Plutark e a engenhosidade da líder do Distrito 13, Alma Coin. O problema é que a Katniss não gostou nada de como o exército dos distritos estão levando essa rebelião. Há muita violência e sacrifício de cívis. Compelida a matar o Presidente Snow, Katniss foge do Distrito 13 rumo à Capital para realizar justiça, ou no caso, vigança.

No filme a gente vê:


Muito corre-corre, explosões, perseguições de meleca preta do mal.


Johana divando, como sempre!


Katniss indecisa entre o mineiro e o padeiro. Que, repito, não é tão chato, dramático e romântiquinho nos livros. Estamos no meio da guerra, pelo amor de Deus. Quem tem tempo pra romance?


Teve um susto daqueles de todo mundo pular nas poltronas do cinema, quando os bestantes apareceram.


Teve lutas de tirar o fôlego.


Teve chororô, como em todo final de saga.


Teve personagem coadjuvante que a gente ama. Num achei gif do Pollux. =(


Teve momento "Oooooooown".


E teve Katniss sambando na cara das, aliás, DA inimiga.

Pontos fortes:
  • É Jogos Vorazes, baby! Amo, amo, amoooo!!!
  • As cenas de ação são ótimas e a correria deixa todo mundo no cinema desesperado.
  • A fotografia desse filme ficou semelhante ao primeiro filme da série. Gostei desse retorno às raízes.
  • A trilha sonora é "Uaaaaaau" demais. Curti tudo.
  • A cena da condenação do Snow ficou perfeita! Exatamente como imaginei.
  • Atuação do Josh Hutcherson surtando. Muito bom ele mal!
  • Atuação da Jennifer Lawrence, maravilhosa como sempre.
  • Presidente Snow é um vilão que não tem como odiar.

Pontos fracos:
  • As perucas da Katniss estavam uma bela porcaria. Muito mal feitas, estilo Bela em Eclipse. Aff...
  • O descaso em aprofundar os personagens secundários. A pobre da Tigresa mal grunhiu nas cenas. Apesar de que o Pollux teve certo destaque.
  • Gale sendo Gale. Chatinhoooo... ZZzzzzZzzz
  • Nenhuma das cenas adicionadas pelos roteiristas e diretor me convenceram. Digo aquelas que não estavam no livro. Parece que os caras não souberam casar tudo.
  • Não teve a minha fala favorita do livro: "Que aquilo de que necessito para sobreviver não é o fogo de Gale, aceso com raiva e ódio. Eu mesma tenho fogo suficiente. Necessito é do dente-de-leão na primavera. Do amarelo vívido que significa renascimento em vez de destruição. Da promessa de que a vida pode prosseguir, independentemente do quão insuportáveis foram as nossas perdas. Que ela pode voltar a ser boa. E somente Peeta pode me dar isso."


Então é isso, garota. Vou sentir falta do Peetaniss (Peeta+Katniss) e de todo o universo Jogos Vorazes. Apesar do Paris Filmes ter anunciado essa semana que vai produzir mais alguns filmes mostrando os jogos anteriores (e estou muito satisfeita e ansiosa com essa notícia!), não será a mesma coisa sem a "Garota que pega fogo" e sem esse trio de atores maluquinhos que amei acompanhar.


Fonte das informações, imagens e gifs:
Tumblr (gifs repostados tantas vezes que fica difícil saber de quem é o original)


Beijão procê;



Protected by Copyscape Online Plagiarism Tool


Nenhum comentário:

Confira também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...