quarta-feira, 3 de setembro de 2014

A garota lê: Tem Alguém Aí? - Marian Keyes

Hello girl! Continuando o Especial Marian Keyes...


Título: Tem Alguém Aí?
Título original: Anybody Out There?
Autora: Marian Keyes
Gênero: Romance/Literatura Moderna/Chick lit
Editora: Bertrand Brasil
Tradução: Renato Motta
602 páginas

Sinopse:
Anna Walsh é um desastre ambulante. Ferida fisicamente e emocionalmente destruída, ela passa os dias deitada no sofá da casa de seus pais em Dublin com uma ideia fixa na cabeça: voltar para Nova York. 
Nova York é onde estão seus melhores amigos, é onde fica o Melhor Emprego do Mundo®, que lhe dá acesso a uma quantidade estonteante de produtos de beleza, mas também, e acima de tudo, é a cidade que representa Aidan, seu marido. Só que nada na vida dela é simples... Sua volta para Manhattan se torna complicada, não só por conta de suas cicatrizes físicas e emocionais, mas também porque Aidan parece ter desaparecido.
Será que é hora de Anna tocar sua vida pra frente? Será que ela vai conseguir (tocar a gente sabe que sim; o negócio é pra frente)?
Uma série de desencontros, uma revelação estarrecedora, dois recém-nascidos e um casamento muito esquisito talvez ajudem Anna a encontrar algumas respostas. E talvez transformem sua vida... para sempre.

Informações retiradas do site Skoob.



Sobre "Tem Alguém Aí?":

Voltando às Irmãs Walsh, da família mais divertida da Irlanda, "Tem Alguém Aí?" conta a história da Anna. A penúltima irmã nascida nessa família maluca, Anna já foi citada nos dois livros das irmãs, "Melancia" (Claire) e "Férias" (Rachel). Ela é aquela meio hippie, que usa drogas de vez em quando e que vive sumindo com o namorado. Só que nesse livro, Anna já cresceu, tomou juízo, fez faculdade, mudou-se para Nova York e arrumou o Melhor Emprego do Mundo®.


Então a Anna trabalha no lugar dos meus sonhos, paraíso das beauty bloggers, e tem o marido mais fofo e apaixonado que o mundo já viu. Só que não é assim que a estória começa. Nas primeiras páginas do livro, Anna conta que está de volta à Irlanda, na casa dos pais, se recuperando de um grave acidente de trânsito. Ela tem vários ossos quebrados, unhas arrancadas, o rosto cheio de pontos e a perspectiva de uma enorme cicatriz na face. Nossa heroína não está preocupada com tudo isso. Na verdade, Anna quer mesmo é saber onde Aidan, seu marido, foi parar. Afinal, desde o acidente que ela não o vê, não fala com ele e não tem notícias. É por isso que se apressa em voltar para casa, mesmo ainda não estando 100% recuperada.


E Anna volta à Nova York, seu trabalho, sua vida e sua rotina de e-mails diários à Aidan. Todos os dias ela descreve seu look amalucado (acontece que na Candy Grrrl, uma marca jovem, as funcionárias se vestem com roupas modernas e ridículas) para o marido, na tentativa de que ele se manifeste. Mas isso não funciona. O que terá acontecido com Aidan? Onde ele se meteu? Será que está bravo com Anna?

A paranoia dela é tão grande, que começa a vê-lo em diversos lugares na cidade e é durante esses devaneios que o leitor começa a se inteirar sobre a estória de amor dos dois. Enquanto Anna se recupera do acidente e testa um novo e revolucionário creme rejuvenescedor em suas cicatrizes do acidente, lentamente juntamos as peças do que aconteceu antes e durante o acidente. Finalmente descobrimos o que aconteceu com Aidan e as consequências disso na vida de Anna.

É um livro divertido sim, como se espera de Maria Keyes, mas com uma pegada melancólica e, por vezes, meio tensa e cheia de expectativas. Tem momentos altamente tristes, em que as minhas lágrimas rolaram soltas, mas também muitos diálogos malucos e hilários. Me comoveu e divertiu. É sobre recomeços, amor incondicional, reviravoltas da vida e tudo isso com muito bom humor. Recomendo!


Beijocas estaladas;





Postar um comentário

Confira também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...